Permissão

Esta oração foi elaborada para uma conexão direta com as fadas.

Declamando estes versos, tem-se a permissão para voar ao lado das fadas e, também, conhecer seu universo.

“No cintilar de sua asa
E na leveza do seu voar
Peço permissão para entrar em sua casa.

À guardiã das plantas
E seres viventes
Venho me redimir
E pedir

Que minha entrada
E minha saída
Sejam bem vistas
Ó minhas fadinhas!!!

Ó filha das matas
Que zelam e cuidam
De tudo o que é puro.

Venho agradecer
Por permitir
O meu agir.

Que minha presença
Tragam vocês sempre até mim.
Que assim seja e assim se faça…”

Há fatos interessantes a respeito de lindas criaturas que voam, e, se fadas existem, o melhor é solicitar permissão para voar ao seu lado, com auxílio de suas poderosas asas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code