Xamanismo

No início dos tempos não havia separação entre a arte, a  religião e a ciência e nesta fusão, surgiu o Xamanismo.

Este exercício surgiu no período Paleolítico e sua conservação deu-se da tradição das tribos indígenas, senhores da Medicina da Terra,  absorvendo os conhecimentos medicinais passados pelos ancestrais, priorizando a integração do homem com sua força interior, somando aos ensinamentos da natureza, com seus sinais e manifestações.

O Xamanismo surgiu primeiramente na Sibéria e depois emigrou durante as grandes glaciações.

“Ninguém cura o outro, a cura está dentro de cada um”.

A prática é direcionada para prevenir e até mesmo recuperar a saúde do corpo, da mente e do espírito.

O Xamanismo respeita a Fauna , a Flora, o Sol, a Lua, o Vento… a Água com a simbologia da alma, as emoções e sentimentos; o Fogo representa o espírito, a consciência, a inspiração, a claridade; a Terra está associada ao corpo físico e as sensações; o Ar mostra a mente com seus pensamentos e ideias…

Praticar o Xamanismo é enxergar a verdade cristalina, é harmonizar-se com o Universo, atravessar portais com o fortalecimento da visão interior e o autoconhecimento.

A premissa é que tudo está interligado.

“O conhecimento é para todos, mas a sabedoria é para alguns”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code