Sentimento de Culpa

” Todo homem é culpado do bem que não fez”. (Voltaire)

Culpa é um sentimento resultante de uma introspecção, de uma reavaliação de atitudes mal feitas do passado, algo tido como repreensível para si.

Este sentimento é a dor da constatação da frustração do que fizemos, em vez, daquilo  que deveríamos ter feito. Uma transgressão da consciência moral pessoal.

Carregar o sentimento de culpa é o mesmo que punir nossa consciência.

Em algumas linhas da psicologia, o sentimento de culpa, é algo a ser trabalhado de forma terapêutica e não deve ser considerado uma psicopatologia, pois, o sentimento pode ser momentâneo.

Às vezes, o sentimento de culpa é inconsciente, surge como um mal estar, uma tristeza, uma insatisfação.

No âmbito religioso, o sentimento de culpa é uma transgressão, tem ligação com o pecado.

De todas as formas, o sentimento de culpa nos coloca como vítimas.

Há também, uma culpa que não conseguimos nos lembrar, são como fantasmas a nos rodear e o melhor remédio para sanar esta dor, é trabalhar em benefício do próximo. Todos somos culpados de alguma coisa, a serenidade e a caridade, funcionarão como bálsamos para qualquer lembrança ruim.

Se, a lembrança da culpa estiver latente, nada como o arrependimento, o reparo dos atos passados.

“Com a inteligência e o senso moral nascem as noções do bem e do mal, do justo e do injusto” ( Kardec )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code