Reação Terapêutica Negativa

 

É um tipo de resistência à cura, um mecanismo de defesa, criado pelo indivíduo, como se ele preferisse o sofrimento.

Freud associa este fenômeno a um sentimento de culpa inconsciente. Ele também afirma que este quadro se manifesta bem no finalzinho do tratamento, como se o indivíduo quisesse permanecer na terapia. Há um apego à doença como se a mesma fosse uma punição, um resgate por culpas pretéritas.

Para Reich, discípulo de Freud, a reação terapêutica negativa está relacionada ao inconsciente que se manifesta no corpo formando couraças – que são escudos invisíveis – representam a dificuldade em enfrentar a realidade. Esta couraça protege o indivíduo de personalidade frágil.

Então, é interessante uma avaliação, seguida de uma interpretação acurada do terapeuta, para auxiliar o indivíduo no crescimento físico e psicológico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code