Intrínseco à Natureza

Há dias que necessito passear pela natureza, caminhar ao ar livre, sentir o cheiro do mato e o vento no meu rosto.

Sinto-me recarregada quando abraço alguma árvore ou observo os brotos das plantas surgindo com aquela coloração forte e brilhante. Também admiro as flores que nascem e outras murchas, já caídas pelo chão, formando um tapete colorido e perfumado.

Refletindo sobre tudo isso, percebo a sensação que a natureza promove em cada indivíduo. A Biofilia, teoria  criada pelo biólogo, Edward Osborne Wilson, é fundamentada na integração que temos com a natureza.

Fico pensando nas minhas inúmeras saídas para a imensidão da mata, cujo objetivo é apenas colher alguma erva para pesquisa de campo; lá eu sempre me deparo com as belezas da natureza e a conexão já se estabelece.

Neste contato, quase diário, acontece um resgate comigo mesma.

Observo que meu propósito é somente colher material para estudo… a pesquisa é a prioridade do momento. Mas, acontece outra coisa, tal como, a contemplação de estar ali naquele lugar receptivo, contagiante e mágico. Logo a serenidade se estabelece. Uma sensação fenomenal de realinhamento dos chacras. Uma conexão com a espiritualidade.

Estamos “todos juntos e misturados” numa harmonia de seres humanos, animais, plantas, água, ar, amor e luz.

A transformação acontece quando em contato com a natureza.  A paz invade nossos corações e nos torna mais generosos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code